10 Dias de Oração

POR Pr. André Ferreira 22/02/2018

"A felicidade da sociedade, o êxito da igreja e a prosperidade da nação dependem das influências domésticas.” Ciência do Bom Viver, p. 349

DATA: 22 de fevereiro a 3 de março de 2018

O PROJETO: Os 10 dias de Oração é um movimento para que milhões de pessoas mudem sua rotina e, durante dez dias, dediquem mais tempo à oração por motivos específicos e um dia para o jejum. O projeto que acontece em 2018 dos dias 22 de fevereiro a 3 de março,  é coordenado pela sede da Igreja Adventista do Sétimo Dia em oito países sul-americanos. A hashtag oficial da campanha é #10diasdeoracao.

COMO PARTICPAR: Há basicamente três maneiras bem simples. A primeira delas é orar pessoalmente todos os dias por essas razões apresentadas logo na primeira hora da manhã. Outra maneira é participar, em alguma Igreja Adventista, de cultos especiais que geralmente são realizados durante essa semana e principalmente no sábado, dia 03 de março, quando em muitas congregações haverá uma celebração especial (Para encontrar a igreja mais próxima da sua casa, basta acessar www.encontreumaigreja.com.br).
E a terceira maneira de se envolver é no ambiente digital. Compartilhe os conteúdos nas suas redes sociais e se engaje em promoções virtuais.

TEMAS 2018:  Seguindo a temática desse ano, são estes os motivos sugeridos para oração e estudo da Bíblia
1. Família: Bênção de Deus
2. Perdão, Reconstrutor de Pontes
3. Vitória Contra a Tentação
4. Intimidade com Deus, Nossa Maior Necessidade
5. Nele há Consolo e Esperança
6. Não Desista da sua Família
7. Do Lar para a Missão
8. O Poder do Espírito Santo
9. Fidelidade Diária
10. Vitória Final

ATIVIDADE AO AR LIVRE: Claro que sim. Uma ideia que já foi adotada em algumas regiões é a da Tenda de Oração. Os coordenadores costumam montar uma tenda em um local público de grande concentração de pessoas e ali oferecem “gratuitamente” orações em favor da comunidade, além de livros e revistas com mensagens bíblicas inspiradoras. Essa pode ser uma maneira diferente de abordar pessoas que estão com problemas emocionais, físicos ou espirituais e que talvez não se sintam motivadas a procurar uma igreja. Além dessa, pode ser feita uma caminhada de oração.