O PARALÍTICO PESSIMISTA

POR Pr André Ferreira 23/06/2016

Acredite no melhor e corra para que alcance a vitória. Afinal, quem pode detê-lo com Deus bem a seu lado?

Jesus viu o homem deitado e, sabendo que fazia todo esse tempo que ele era doente, perguntou: – Você quer ficar curado? Ele respondeu: – Senhor, eu não tenho ninguém para me pôr no tanque quando a água se mexe. Cada vez que eu tento entrar, outro doente entra antes de mim. João 5:6, 7

 

Em um desenho animado bem antigo, o leão Lippy inventava planos mirabolantes e então a hiena Hardy, quando olhava para a situação, dizia a frase que a deixou famosa: “Ó céus! Ó vida! Ó azar! Isso não vai dar certo!” A hiena pessimista é uma personagem inusitada porque esse animal é conhecido por sua risada. E o humor vem desse desencontro de expectativas.

 

Quem dera o pessimismo fosse apenas coisa de desenho animado, mas tem gente que passa a vida inteira enxergando o lado ruim de tudo! Por mais estranho que pareça, até alguns dos que se intitulam filhos de Deus sofrem desse mal, como o paralítico que Jesus encontrou junto ao tanque de Betesda. Cristo perguntou se ele queria ser curado. Sua resposta não foi um esperançoso “sim”, mas um desfiar de lamúrias e reclamações sobre como aquilo era tão injusto, e ele não tinha a menor chance de cura. Isso com o Médico dos médicos bem a sua frente!

 

Alan Fonteles nasceu com uma falha que não permitiu o desenvolvimento de suas pernas. Aos 21 dias de vida, ambas foram amputadas abaixo do joelho. Hoje ele tem quase 24 anos e, ao contrário do paralítico de Betesda, não ficou sentado se lamentando pela grande injustiça que a vida lhe apresentou. Alan coleciona carrinhos em miniatura. Ama animais e tem uma cadela, dois coelhos e um aquário de água salgada. É casado e gosta de jogar videogame. Quando tinha oito anos, começou a treinar atletismo em um centro de promoção ao esporte em sua terra natal, Belém, em um programa para crianças com as duas pernas, sem qualquer especialização em atletas paraolímpicos. E não parou mais. Ganhou a medalha de ouro nos 200 metros rasos das Paraolimpíadas de Londres. Já venceu o mundial de 100 e 200 metros rasos, quebrando o recorde nas duas modalidades.

 

Não deixe o pessimismo paralisar você. Acredite no melhor e corra para que alcance a vitória. Afinal, quem pode detê-lo com Deus bem a seu lado?